Home
 

 
 
 
 
O Sensor de Estrelas é um equipamento constituído de componentes de hardware e software, conforme mostrado. Ele é utilizado em aplicações espaciais como parte integrante de satélites, estações espaciais, etc. Sua função é gerar informações de atitude através de observações estelares.

Os itens de hardware são compostos basicamente de uma câmera de vídeo, um dispositivo digitalizador de imagens, um processador, memórias e uma interface de comunicação de dados.
HW Basico do Sensor de Estrelas.wmf

No Sistema Sensor de Estrelas Autônomo as imagens do espaço são capturadas e digitalizadas. Pela aplicação de algoritmos de processamento digital, as estrelas presentes nas imagens são localizadas e identificadas. Então, a geometria definida pelas posições relativas entre essas estrelas é comparada com modelos armazenados na memória. Uma vez identificado o modelo que representa as estrelas observadas, as informações de atitude são extraídas e transmitidas aos demais componentes do sistema.

O Software do Sensor de Estrelas corresponde aos itens de software que compõem o Sensor de Estrelas. Ele é responsável pelo processamento das funções do Sensor de Estrelas e também pelo monitoramento e controle do hardware.

Os principais componentes do Sensor de Estrelas Autônomo são:

HW Basico do Sensor de Estrelas.wmf
  • Processador: modelo TSC695FL da ATMEL baseado na arquitetura SPARC V7. Ele possui os seguintes recursos integrados: 2 (duas) UART´s, 1 (um) Watchdog Timer, 1 (um) Relógio de Tempo Real, 1 (um) EDAC, Entradas e Saídas Digitais de uso genérico (I/O) e diversos registros de configuração, os quais possibilitam a sua utilização em diversas configurações de projeto.
  • Canal de Comunicação Assíncrono Primário: principal canal de comunicação com o sistema no qual o Sensor de Estrelas fará parte.
  • Canal de Comunicação Assíncrono Secundário: utilizado somente durante a fase de desenvolvimento para depuração e teste do software.
  • Canal de Comunicação Síncrono: transferência de imagens, mas também executará a função do canal de comunicação primário, caso esse fique inoperante em decorrência de falha.
  • Memória PROM: utilizada para armazenar de forma permanente o programa de partida (Monitor) do Sensor de Estrelas. O processador executará o programa Monitor diretamente da PROM.
  • Memória RAM: utilizada para armazenar dados e o programa a ser executado pelo processador. O programa que rodará na RAM será previamente copiado da EEPROM pelo programa Monitor.
  • Memória EEPROM: utilizada para armazenar programas e parâmetros de configuração de aplicação e catálogo de estrelas. Essas informações serão carregadas ou atualizadas dinamicamente através de comandos provenientes dos canais de comunicação de dados.
  • Sensores de Temperatura e Difusor de Calor: são recursos que possibiltam o monitoramento e controle da temperatura do hardware.
  • Sensores de Tensão: permitem o monitoramente de voltagens de pontos importantes do circuito de alimentação do hardware.
  • Dispositivo Imageador: engloba todos os itens de hardware diretamente relacionados a aquisição e digitalização de imagens.
  • I/O (Entrada/Saída): corresponde a um conjunto de 4 linhas de entradas e saídas digitais. A linha "Habilita Modo Manutenção" é uma linha de entrada que quando ativada permite alterar o modo de operação do programa Monitor para o modo Manutenção. A linha Sinal "Emergência/Erro" é uma linha de saída, a qual é ativada em caso de uma ocorrência de erro grave durante a operação do Sensor de Estrelas. As demais linhas não possuem função definida ainda.
 
 
 
 
Copyright © 2011 OMNISYS Engenharia Ltda. Todos os direitos reservados. Melhor Visualizado em 1024x768 ou superior.