Home
 

 
 
 
Instalação dos Radares de Área Terminal STAR2000/RSM970S

Nos últimos anos, a Omnisys vem realizando a instalação dos radares de área terminal STAR2000/RSM970S para os sítios de Congonhas, Campinas, São José dos Campos, Mombaça, Campo Grande; São Pedro da Aldeia, Manaus, Natal, Fortaleza, e Macaé.

As atividades realizadas pela Omnisys compreendem as etapas:

1. Preparação da instalação: compreende a verificação do estado de configuração dos equipamentos a serem instalados, verificando a coerência da relação dos materiais em sítio com a configuração da estação radar.

2. Instalação
: consiste na instalação física das antenas e dos equipamentos, dos cabos de interligação, guias-de-onda, etc., que compõem a estação radar.

3. Integração e retorno ao desempenho de fábrica
: consiste nas atividades de configuração e ajustes dos equipamentos de forma a se obter o mesmo desempenho técnico do radar quando da sua integração em fábrica.

4. Otimização da estação
: nesta etapa são realizadas as otimizações e ajustes necessários para a adaptação do radar ao ambiente operacional onde se encontra instalado. Nesta etapa são feitas gravações de vídeo de radar para a verificação do desempenho do mesmo e para confirmar que a estação atende aos critérios de aceitação operacional.

5. Testes de Aceitação em Campo
: consiste na execução dos testes de aceitação definidos num caderno de procedimentos específico de forma a verificar o atendimento dos requisitos técnicos dos equipamentos. Trata-se de uma atividade formal conduzida na presença do cliente.

6 . Voos de homologação
: os voos de homologação são realizados por um avião laboratório do Comando da Aeronáutica e destinam-se a comprovar o atendimento dos requisitos operacionais da estação. A Omnisys é responsável pelo acompanhamento desses vôos, dando ao cliente o suporte técnico necessário e atuando no radar em caso de pane.

7. On Job Training
: a Omnisys efetua o on-job-training após a conclusão da aceitação operacional da estação radar. Esta atividade compreende basicamente a apresentação e explicação da parametrização da estação radar, assim como, dos parâmetros de personalização dos equipamentos.

Realinhamento e Evolução Técnica dos Radares de Rota LP23M da Amazônia

Os serviços de realinhamento e evolução técnica dos radares de rota LP23M da Amazônia foi objeto de um contrato entre a Omnisys e o DECEA – Departamento de Controle do Espaço Aéreo, órgão do Comando da Aeronáutica.

Esses serviços foram executados nos radares dos sítios de Boa Vista, São Gabriel da Cachoeira, Tabatinga, Belém e Manaus e incluíram as seguintes atividades:

  • Manutenção corretiva nível fábrica com a eliminação das panes e defeitos dos equipamentos, cartões e módulos do radar.


  • Evolução técnica dos radares através da instalação, configuração, ajustes e testes dos novos amplificadores de baixo ruído MBR386L, dos cartões de processamento TCR703 e dos cartões de controle de atenuação STC;


  • Instalação dos kits de ventilação nos bastidores do radar secundário RS870, do processador primário TPL801 e do processador de rastreio e correlação BTR800;


  • Ajustes dos filtros passa-faixa dos módulos MF800L/R dos receptores;


  • Realinhamento e ajustes dos radares.
O objetivo foi o de melhorar o desempenho dos radares. Com a eliminação das panes e o realinhamento conseguiu-se atingir os níveis operacionais originais dos equipamentos. Entretanto, a melhoria do desempenho dos radares também foi incrementada pela introdução de unidades com desempenhos superiores aos que se encontravam originalmente em operação. Essas novas unidades, utilizadas nas cadeias de recepção e processamento dos radares, consistiram na instalação de novos amplificadores de baixo ruído controlados digitalmente e de novos cartões de filtragem do sinal de vídeo.

Os novos amplificadores possuem duas características importantes para o tratamento dos sinais de eco recebidos. A primeira é uma melhor sensibilidade decorrente de uma figura de ruído extremamente baixa. Com isso, a probabilidade de detecção dos ecos mais fracos melhorou. A segunda característica é o fato de esse amplificador possuir um controle do nível de amplitude dos ecos recebidos que passa a ser exercido pelo processador do radar. Dessa forma, obtém-se um grau de liberdade excelente para adaptar os retornos de solo provenientes do relevo próximo do radar reduzindo, consequentemente, o número de pistas falsas.

Os cartões de processamento TCR703, que foram utilizados, têm um desempenho superior aos que se encontram em uso nos radares, principalmente para a redução do denominado clutter extenso. Esses cartões permitem uma melhoria na filtragem dos ecos devidos ao clutter meteorológico (nuvens, térmicas, etc.) proporcionando uma imagem de radar com mais qualidade.

Outra vantagem decorrente dos serviços executados foi a eliminação da obsolescência de componentes em determinadas unidades dos radares notadamente com relação aos componentes de micro-ondas dos amplificadores de baixo ruído originais.

Também foram desenvolvidos e instalados novos kits de ventilação dos bastidores do radar secundário, do processador primário e do processador de rastreio e correlação, destinados a melhorar a dissipação térmica dos cartões e módulos desses bastidores e, consequentemente, reduzir o número de panes nos circuitos eletrônicos.

Realinhamento e Evolução Técnica dos Radares TA10M

Esses serviços foram realizados nos radares de área terminal TA10M dos sítios de Brasília, Confins e Guarulhos, através de um contrato firmado entre a Omnisys e o DECEA – Departamento de Controle do Espaço Aéreo, do Comando da Aeronáutica.

Esses serviços compreenderam as seguintes atividades em campo:

1. Levantamento do status dos radares;
2. Manutenção corretiva dos equipamentos;
3. Levantamento do giro de horizonte do sítio;
4. Instalação dos kits de evolução técnica;
5. Realinhamento e ajustes da estação radar;
6. Testes de Aceitação em Campo da estação radar.

As atividades de evolução técnica dos radares envolveram o desenvolvimento e fabricação de novos amplificadores de baixo ruído, de cartões de processamento de sinal e de cartões de controle de atenuação, além de kits de ventilação para os bastidores dos radares secundários, do processador primário e do processador de rastreio e correlação.

Levantamento do status dos radares:

A primeira fase dos trabalhos compreendeu a execução dos serviços de levantamento do estado de funcionamento dos equipamentos que compõem cada estação radar TA10M. Essas atividades incluíram:

  • Levantamento das panes e falhas existentes nos equipamentos da KT radar;


  • Medidas dos principais parâmetros da estação radar (potência de transmissão, espectro de frequência dos pulsos transmitidos, sensibilidade dos receptores, estabilidade dos sinais do radar, perda de inserção dos guias-de-onda e dos cabos Gedelex, nível de ruído nas vias I e Q e níveis dos sinais de vídeo e de sincronismo);


  • Verificação dos parâmetros de ajuste e personalização dos equipamentos da estação radar (receptor, processador primário, extrator de vídeo secundário, etc.).
Manutenção corretiva dos equipamentos:

Esta fase compreendeu as seguintes atividades:

  • Limpeza geral dos bastidores, cartões e módulos;


  • Reparo dos cabos e conectores que apresentavam danos ou desempenho inadequado;


  • Reparo dos equipamentos, módulos e cartões defeituosos, que compõem a estação radar, através da retirada das panes detectadas durante a primeira fase.
Levantamento do giro de horizonte:
Esta fase compreendeu os serviços de levantamento de giro de horizonte do sítio, isto é, a determinação dos diagramas de visibilidade radar para diferentes níveis de altitude. O objetivo deste levantamento foi o de determinar as zonas de obstrução do radar, pontos de reflexão, fontes de interferência, etc.

Essas informações foram importantes para a execução das atividades de otimização do desempenho do radar.

Instalação dos kits de evolução técnica:
Esta fase do trabalho compreendeu a instalação dos novos módulos e cartões desenvolvidos e fabricados pela Omnisys para melhorar o desempenho do radar e resolver problemas de obsolescência de componentes, sobretudo nos circuitos de microondas.

Foram instalados os seguintes equipamentos e matérias:

  • Amplificadores de baixo ruído MBR386S;


  • Cartões de processamento de sinal TCR703;


  • Cartões de controle do nível de atenuação TCR700;

  • Kits de ventilação.
Otimização e ajustes da estação radar:

Nesta fase foram restabelecidos os parâmetros de personalização da estação radar efetuados por ocasião da instalação da mesma, com a execução das seguintes atividades:

  • Personalização do sítio com a realização dos ajustes e programações originais realizados nos equipamentos do radar e em conformidade com o Caderno de Personalização;


  • Instalação dos novos materiais;


  • Reconfiguração e ajustes dos equipamentos da estação radar, notadamente dos receptores e dos processadores, de forma a otimizar o desempenho operacional dos mesmos.
Testes de Aceitação em Campo:

A fase final das atividades de otimização consistiu na realização dos Testes de Aceitação em Campo, conforme o Caderno de Procedimentos de Aceitação em Campo da Estação Radar TA10M1/RS870.

 
 
 
 
Copyright © 2011 OMNISYS Engenharia Ltda. Todos os direitos reservados. Melhor Visualizado em 1024x768 ou superior.